0

Lá no Canadá 3

Oi gente! Tudo ok?

Mais uma brasileirinha mandando notícias.

Casal abençoado

 

O Canada só é ruim para quem vem pra cá com as perspectivas erradas.

Se a pessoa pensa em vir para ca para ficar rico, ganhar dinheiro ou ter uma promissora carreira profissional ela vai se frustar.

Estas coisas devem ser buscadas nos Estados Unidos da America, a terra das oportunidades.

O que o Canada oferece são outras coisas ……

Se a pessoa vem pro Canada por que teve problemas de familia ou problemas com amigos o Canada tambem será um problema grande pra ela. Pois estes problemas virao com ela.

Nao posso fornecer uma lista de coisas ruins do Canada, pois o Canada é uma escolha.

Escolhas sao sempre compostas de perdas e ganhos.

O meu conselho é que os futuros imigrantes preparem o coracão e todo seu emocional para tudo que vao ganhar e que vao perder quando vieram p/ ca.

Coloquem na balanca e vejam se serao felizes com o que vão ganhar e com o que vao perder.

Havera muitas perdas e muitos ganhos.

Mas cada um tem um saldo.

O meu foi positivissimo.

Perdi coisas que nao imaginava.

Ganhei coisas com as quais nunca tinha nem sonhado.

Minha vida foi 100% transformada.

Ainda tem sido transforada.

Nao tem uma formula, é muito particular.

 
Descrevo minha vida no Canada como um efeito bumerang.
Fui lançada com forca no ar.
Voei longe por lugares lindos.
E voltei carregada de flores.

O que desejo, é que seja tao bom p/ os leitores quanto tem sido p mim!

Muita vibe positiva de Deus p vcs!
 
Bacana né? até a próxima.
Fiquem com Deus.

 

6

Lá no Canadá 2

Oi gente!
Compartilhar com vocês histórias de como está a vida de algumas pessoas lá no Canadá, de como algumas pessoas fizeram para chegar lá.
#TáfacilNão
 
Estamos em Toronto há 2 meses e meio e posso dizer – não está sendo fácil pro meu marido conseguir trabalho. Assim como alguns daqui ele também é concursado no Brasil, ganhava muito bem…e pediu uma licença não remunerada por 3 anos para mudarmos pra cá pra realizarmos um sonho e realmente tentarmos ao máximo fazer a vida dá certo aqui
 
Bom, Ele já preparou o currículo com o auxílio para newcomers daqui (já omitiu o mestrado)…e já enviou mais de 40 currículos pra vagas na área dele… e ainda uns 30 pra áreas de empregos não qualificados – vendedor, bank teller…e NADA! 
As únicas propostas que apareceram foram para limpeza; segurança/concierge (tipo vigia de condomínio) e Tim hortons.
 
Há poucos dias ele conseguiu a primeira entrevista para um trabalho voluntário na área dele (publicidade/marketing) – que vale lembrar – está na lista do FSW como profissão em demanda (pois é…). E ele tem um bom background tanto no mercado como acadêmico, um bom nível de inglês, determinação e não tem problema de começar de baixo (e nem sequer de mudar de área se precisar). 
 
Mas o fato é – com exceção da TI – (embora tenho um amigo aqui em Toronto da TI também que ainda não conseguiu nada na área e tem bom nível de inglês) – as demais áreas sempre sofrem mais no início. É um início amargo as vezes….
 
Por agora, ele está fazendo trabalhos voluntários em ONGs, frequentando grupo de newcomers e muitos grupos de inglês free (pelo meet up) que graças a Deus, tem nos ajudado muito a fazer amizades com pessoas de todos os lugares do mundo.
 
Estamos confiantes e pensamos sim positivo, que tudo vai dá certo. Tb estamos mais tranquilos porque eu estou aqui estudando PhD na universidade de Toronto, então eu tenho bolsa de estudo….but anyway há sempre uma ansiedade/medo de que as coisas não dêem certo. 
Afinal ficar desocupado e não se sentir útil é ruim em qualquer momento, mas especialmente num inverno rigoroso, onde há tantos relatos de não adaptação e até depressão é meu maior receio.
 
Nós estivemos estudando o processo, as hitórias/experiências desde 2009…viemos sim bem preparados e tem dias que é preocupante e que bate o medo…mas com fé em Deus vai dá certo no fim!
Então, não é fácil…é uma experiência bem pessoal…e quem vem pra cá tem que está disposto a descer mesmooo de nível e ter disposição pra se adaptar ao máximo a nova língua, aprender como as coisas funcionam; trabalhar voluntário e receber muitos Nãos antes de um talvez!
Acho que é isso…. Boa sorte a todos recém chegados e a todos que estão se preparando pra essa nova caminhada!
 
Anônima
 
*****************************************************************************************************************************
 
 Passei quase 2 anos procurando emprego ainda do Brasil. Entrei no Canada definitivamente quase 3 anos depois de conseguir o visto. No final, depois de mais de mil resumes enviados e aprendendo o processo de entrevistas eu consegui. Viajei umas 7 vezes ao Canada (pagas por mim) para entrevistas.
 
Como fiz:
 
– fiz o landing, passei 1 mês de férias procurando emprego (sem sucesso); voltei denovo nas próximas férias; tirava dias de folga e voltava para o Canada mas antes mandava diversos currículos (resumes)
– omiti o fato que ainda morava no Brasil
– peguei o endereço de um amigo de Mississauga e um telefone de internet que tocava no meu skype do Brasil
– marcava entrevistas pessoalmente nas segundas-feiras assim poderia voar no fds e faltava ou trabalhava de casa na segunda (isso já no final pois antes naontinha como)
– tenho q admitir que no início eu tentei transferencia pela empresa que trabalhava, quase congui 2x
 
Problemas fazendo isso:
– nível de stress alto vc perde o foco no trabalho.
– vc tem que omitir ou mentir para futuros empregadores apesar que eles vão sacar que vc não mora a muito tempo
– gastei mais de 25 mil reais em viagens isso em 2010-2011 (sem considerar férias de períodos anteriores – final de 2008 – no ano seguinte nem tentei devido a crise financeira)
– depois de ir para final em 5 entrevistas e queimar uma grana eu já tava para desistir e vir sem emprego ou para uma pós como disseram aqui e ao caminho do aeroporto eu recebi uma proposta
 
Vantagens:
– não fiquei desempregado
– 25 mil reais é mais barato que 6 meses a 1 ano desempregado no Canada
– pude estudar e tirar certificações
– passar férias no Canada me ajudou a entender o pais
 
Foram aproximadamente 100 processos de emprego que participei e enviei quase 1000 resumes. Complicadíssimo fazer do Brasil mas não eu impossível.
 
Abs
Pedro
 
 
Abraços galera.
6

Lá no Canadá 1

Oi gente!!!

Tudo bem? Em minhas pesquisas sobre o Canadá,passeios por blogs, percebi que quase ninguém fala das impressões ruins do Canadá, das dificuldades, que podem até nos servir como uma ajuda, uma base. E pensando nisso contactei alguns BrasilMigos que e estão em terras canadenses para falar um pouco desse lado “ruim”. E a família  Les Poussins, foram uns fofos e me mandaram esse relato:

Puxa Ana, acho importante mesmo as pessoas verem o outro lado. Sabemos que a vida aqui não é um mar de rosas e devemos estar preparados para isso. Pode contar comigo. Vou deixar minhas observações !

 
1 – A famigerada experiencia quebecoise
Já sabiamos que teríamos essa dificuldade e ela realmente atrapalha. Já conversei com outros imigrantes de vários países e todos afirmam a mesma coisa: sem essa danada, a gente não chega a lugar algum, mesmo sendo tão qualificado. Considero um ponto negativo o fato de ter que pedir a equivalencia do diploma depois de todo esse processo de imigração, afinal, a escolaridade e a experiencia profissional já foram julgados anteriormente. Falta um pouco de visão e tenho lido muito sobre imigrantes indo para outras provincias. Em compensação, sei que existem vários programas de auxilio ao primeiro emprego e existe um certo suporte, limitado, para quem vai atrás.
 
2 – Pedintes pelas ruas
Confesso que tem mais do que eu esperava. Vejo que vários são bem arrumados e outros não. Alguns levam isso como profissão, podemos notar. Tem alguns que sempre estão no mesmo lugar nas estações de metro. Na esquina aqui de casa sempre tem um pessoal que mora em prédios próximos que fica pedindo moeda e depois vão ao depaneur comprar bebida. Claro que é bem menos que no Brasil, nem se compara, mas eu não esperava achar tantos.
 
3 – Alguns locais são bem sujos.
Dizem que alguns locais mais frequentados por imigrantes tendem a ser mais sujos que outros. Não sei dizer se essa é a causa, mas tem gente que acaba deixando lixo nas portas de suas casas e acaba deixando o lugar fedendo. Claro que isso acontece em um ponto ou outro e já vi gente andando e coletando lixo da própria calçada e jogando na lixeira. Esse parametro é bem subjetivo já que em geral, as ruas aqui são muito mais limpas que as ruas de SP.
 
4 – Paridade da moeda
Não tem jeito, todo mundo fala que não dá para pensar em reais aqui, mas para quem chega acabamos tendo a noção que tudo é muito caro devido a conversão do real em dolar. Sei que para os padrões de salário daqui os preços são ótimos, mas para quem não está trabalhando é bem complicado. 
 
5 – Morosidade de algumas entidades do governo
Precisamos pedir a equivalencia do MICC, mas ela leva até um ano para ser feita. E o que fazemos durante esse tempo ? A resposta do pedidos de auxilio social também demoram. Nada que atrapalhe a vida do recem chegado, afinal, temos que chegar preparados para viver sem isso.
 
6 – Falta de informações em alguns setores
Temos muitas coisas que queremos fazer em relação a voltar a estudar, mas tudo é muito complexo para um recem chegado. Obter informações com os orgãos ou entidades por email, por exemplo, pode ser uma tarefa dificil. Enquanto o Service Canada, a Regie de Santé são super ultra dinamicas e claras, o Ministerio da educação não parece ter o mesmo dinamismo. O melhor a fazer é deixar uma lista detalhada de tudo o que se quer fazer e quando chegar correr atras imediatamente. As palestras de informações e o rendez-vous que fazemos são muito legais, mas muitas informações parecem ser para pessoas que não fizeram quaisquer pesquisas antes de imigrar e isso acaba nos fazendo perder tempo. Eu esperava um suporte mais avançado nas entidades de auxílio aos imigrantes, mas a coisa aqui é mais do tipo “olha o link, agora pesquise e faça vc mesmo”.
 
Acho que essas são os principais pontos que notei até agora. Nada disso desabona o processo de imigração. Acho que tudo isso deve ser elevado em conta no projeto de imigrar e estando preparado, não será obstáculo para viver bem por aqui. O Canada não é o paraíso, mas sentimos prazer na vida simples e de qualidade que estamos tendo !
 
Eu adorei! Informações super bem vindas, e aí gostaram?
 
Fiquem com Deus!