Quem volta do Canadá

Oi gente!

Estava lendo por aí relatos de pessoas que desistiram do Canadá e retornaram ao Brasil, e tive um mix de sentimentos com relação á esse assunto, a pessoa precisa ter um vasto campo de pesquisa e planejamento.

Profissional:Quem vai para o Canada e trabalha em uma profissão regulamentada, tem de saber que não conseguirá atuar em sua área imediatamente (Caso ocorra, trate como milagre). Terá de fazer n cursos e exames para se habilitar a isso, e pode demorar anos para enfim conseguir se alocar. Isso é fato e ponto final (no Brasil também é assim, são áreas que tem reserva de mercado a nacionais). Muitas pessoas (Com exceção dos adolescentes que vão para estudar) largam grandes cargos no Brasil para começar do zero no Canadá.

Costumes: De um modo geral, festivos, transito, leis,comida (Ai Jesus rs) amizades, etc. É tudo diferente, e a adaptação á isso é um conflito muito grande.

Temperatura: Quem só fica sabendo que o Canadá é frio e não em como conviver com o frio tá lascado….Pois não é só o FRIOOOOO e sim como conviver com ele, muitos não se acostumam e voltam por esse simples fato. Eu por exemplo, carioquiiiiiiisima, já tenho a plena noção de que não terei lá praias quentinhas, o vendedor do biscoito globo gritando no meu ouvido na praia, ir no shopping de havaiana, muita coisa e mesmo assim acredito (CERTA) que ainda vou sentir muita diferença, vou me irritar ás vezes até, normal.

Saudades da família e amigos: Eu sei, vou sentir muita falta, até porque estou indo para um País que “dizem”ser difícil de arrumar amizades por eles serem fechados, tá mas lá tem brasileiros também já é uma saída. Hoje temos uma vasta oportunidade de comunicação por conta das redes sociais, isso ajuda muito.

Ficaria um post imenso de coisas que sentiríamos falta e seriam a nossa barreira de adaptação, porém um dos relatos em minhas pesquisas por ai foi de um rapaz que voltou ao Brasil porque o frio o irritava, tirar gelo da porta da casa por 5 meses cansava muito,que os canadenses eram frios demais, o ambiente de trabalho monótomo, que não tinha uma festinha com famoso churrasco de domingo (duvido), que ele tinha dificuldade de comprar cervejas, já que no Brasil se compra em qualquer lugar…..Resumindo o carinha queria ter os mesmos jeitinhos do Brasil, no Canadá!

Lamentável, pois se vê uma falta de planejamento e pesquisa. O fato é galera que não podemos esquecer que estamos indo para o novo, e para isso se começa do zero, e se estivermos mais preparados para o que tem para vir receberemos com mais sabedoria e pensaremos mais de 5 vezes se vale ou ir ou já estando lá, voltar.

Até galera!Deus abençoe.

Canada-1

4 comentários sobre “Quem volta do Canadá

  1. Olha, eu soube que por lá no verão chega a fazer 30 graus! Então pode ser sim que você consiga ir no shopping de havaianas ahahaha
    É aquela coisa de pesar: o que vale mais a pena – dar uma educação de qualidade para seus filhos ou ficar perto dos seus pais? Não tem resposta certa, cada um sabe o que é melhor para si. Mas que acho besteira colocar anos de dedicação e dinheiro nesse projeto para depois voltar sem algum bom motivo, isso eu acho.

    Abraços

    Curtir

  2. No Canadá pode fazer mais de 30 graus positivos, com sensação de 40 no verão. Mas ninguém menciona isso. Só falam no frio, frio, frio, friiioooo, friiiiiooooo… Os brasileiros estranham e temem tanto as temperaturas negativas que nem tentam saber como é o país no verão e também não têm muita ideia do que é isso. É bem mais fácil conviver com o frio de -20 graus do que com o calor de 40 graus do Rio de Janeiro, que é definitivamente insalubre.
    Definitivamente, as meninas canadenses vão aos shoppings e a qualquer outro lugar de chinelinho de dedo no verão.
    Quanto ao resto, me parece que alguns brasileiros não têm qualquer disposição para entender que estão em outro país, na casa de outro povo, e precisam se enquadrar e se adaptar. Não tem jeitinho e ponto. E sobre o emprego, quem pensa que é só chegar e terá trabalho em sua área com facilidade não está realmente por dentro das coisas. Mas com planejamento, perseverança e se possível uma viagem exploratória dá para ter uma ideia.
    É um reset na vida.
    Por outro lado, é possível que a pessoa tente, se esforce mas perceba que é melhor voltar para o Brasil e ficar por aqui. Que seja feliz e que Deus lhe abençoe, porque nenhum inverno, nenhuma falta de cerveja – como assim? Tem cerveja lá sim! -, nenhum povo frio – os canadenses são muito amistosos! – e nenhum processo de adaptação profissional é pior do que a corrupção, a criminalidade, a economia em crise e várias características da cultura brasileira que estão nos jogando no buraco há um bom tempo… suportamos as dores, mas agora não dá mais. Convém refletir…

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Alex, depois que escrevi esse post fiquei pensando o que faz uma pessoa quando volta. Pois ela fica um longo tempo envolvida em processo de imigração e quando volta faz o que?Eu acredito que o arrependimento maior não é nem chegar no Canadá que querer voltar e sim voltar pra cá e ver a besteira que fez. Eu acredito plenamente que irei me adaptar da minha melhor forma possível, aliás, imigração é para quem gosta de mudança.
      Obrigado pela visita.

      Curtir

Comente aí!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s